terça-feira, 12 de novembro de 2013

Companhia das Batatas

Acredito que cada pessoa é única, mas acredito ainda mais cegamente que cada um é moldado pelo que o rodeia. A personalidade somo nós que a escolhemos, mas existem mãos alheias nesta escultura chamada vida. Sim, acredito que estas mãos somos também nós que a escolhemos. Deixamos entrar na nossa vida, aqueles que acreditamos que de certa forma a moldarão com a graciosidade e perfeição que pretendemos. Existem três tipos de mãos nesta escultura, aquelas que entram, deixam a marca (boa ou má) e saem. Aqueles, que deixas entrar e que tens a certeza que jamais queres largar mão delas. Podem estar longe ou perto, mas sabes que um "adeus" tem de soar sempre a um "até já". Depois, há aqueles que nos entram de rompante, sem pedir a mínima licença. Quando te dás conta, mudaram a escultura de uma tal forma que deixas de imaginar como seria a mesma, sem estas mãos. E depois saem, da mesma forma que entraram...e a escultura parece ter ficado inacabada.

E como um dia uma dessas mãos me disse..."A vida não pode ser acompanhada só de arroz".


Batatas Gratinadas

 Ingredientes:


  • 1Kg de Batatas
  • Molho Bechamel de Compra
  • Polpa de tomate (usei caseira)
  • Molho de soja
  • Queijo ralado (uzei mozarela)
  • Oregãos
  • Pimenta
  • Noz Moscada
  • Sal
  • Óleo para fritar


Descascam-se as batatas e cortam-se às rodelas não muito grossas. Deixa-se repousar num recipiente com água e sal. Numa fritadeira coloca-se o óleo e fritam-se as batatas, apenas por 5 minutos. Enxuga-se bem o óleo.
Numa panela, coloca-se o molho bechámel, a polpa de tomate, o molho de soja e leva-se ao lume até levantar fervura. Tempera-se com sal, pimenta, noz moscada e oregãos.
Num recipiente de ir ao forno, fazem-se camadas de batatas e molho intercalado, terminando com o molho. Polvilha-se com queijo ralado e oregãos. Leva-se ao forno cerca de 30 minutos. Deixar arrefecer um pouco antes de servir.

Sem comentários:

Enviar um comentário